• Confia

Confia: a democratização da certificação digital na palma da sua mão

Atualizado: Out 5

Conheça as oportunidades que a tecnologia e a segurança jurídica podem te oferecer



A revolução digital está presente em todos os setores do mundo e em um cenário de pandemia, mais do que nunca, a tecnologia se tornou essencial para a realização de vários serviços. Registrar contratos, selar acordos e negociações foram algumas das atividades dificultadas, por um longo período, durante o isolamento social.


A realidade atual foi só mais um motivo que impulsionou o processo de transformação dos cartórios. O projeto de inovação, que já vinha sendo desenvolvido há dois anos, pelo Instituto de Registro de Títulos e Documentos e de Pessoas Jurídicas do Brasil (IRTDPJBrasil), precisou acelerar para que os cidadãos tenham soluções práticas, com segurança jurídica, na hora de firmar acordos.


A solução digital Confia agrega praticidade e conveniência com a fé pública e a segurança jurídica dos cartórios de RTDPJ, facilitando acordos, contratos e negociações. Um elo completo entre os cartórios e as empresas que precisam desses serviços.


Segundo o presidente do IRTDPJBrasil, Rainey Marinho, ao democratizar o registro público, é possível ampliar a porcentagem de 10% dos contratos que hoje são firmados no país e registrados em cartório. Contratos de empresas de telefonia móvel, instituições financeiras, fintechs e títulos de crédito, mesmo com a necessidade de formalização, muitas vezes não são registrados e, portanto, não tem segurança jurídica.


Com o aumento do volume de contratos firmados, que antes não chegavam ao balcão dos cartórios, a arrecadação de emolumentos pelos cartorários também tende a crescer. É o que reforça Marinho: “A nossa ideia é potencializar o movimento do cartório de RTDPJ, aumentando o rol de documentos que podem ser levados a registro. Eu acho que vai ser uma das maiores reviravoltas que o registro público pode alcançar”.


Todas as assinaturas digitais realizadas na Confia utilizam tecnologia de certificado digital, a mesma usada para dar confiança a sites e alguns processos da Receita Federal, proporcionando um grau avançado na identificação das assinaturas e segurança jurídica ao documento. “Um dos maiores problemas das instituições financeiras e empresas é identificar, com propriedade, a parte assinante do contrato e validar com segurança jurídica seus títulos de crédito e contratos”, ressalta Rafael Candelot, CEO da Confia.


A Confia não substitui o serviço prestado pela Central Nacional de Serviços do RTDPJ e nem recebe as taxas remuneratórias de serviços públicos, os emolumentos.






Posts recentes

Ver tudo